"A poesia é o eco da melodia do universo no coração dos humanos." (Rabindranath Tagore)


Caminha comigo lado a lado sem dizer nada,
as palavras quase sempre é o que atrapalham
quando queremos exprimir as nossas mágoas,
soltar o grito que preso se guarda na garganta.
 

Dentro de mim há uma dor que se agiganta,
se penso no que poderia ter sido e que não foi
e quando tento entender a mão de Deus agindo
como um cinzel que firme traça a nossa sina.

Calado e atento como convém a um bom amigo
deixa que o teu silêncio  reconforte-me a alma
e traduza as palavras que em minha mente aflora.

Caminha comigo lado a lado sem dizer nada
ouve tão somente o desabafo de minha alma.
Vês? Tua presença já me faz mais calmo agora.

 
José Luongo da Silveira
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: