"A poesia é o eco da melodia do universo no coração dos humanos." (Rabindranath Tagore)


Pai
onde quer que você esteja,
os seus pensamentos
precisam confortar esta noite.
 
Faz tempo …
e as lembranças emergem,
desbotadas,
consigo
o estofo dos sonhos.
 
E o tempo
este oceano,
engoliu os sonhos,
apagou as vozes,
turbilhão de espumas
na praia deserta.
 
Pai
embala esta noite
e conta histórias
para o menino dormir.

 
(No 20º aniversário de falecimento de Pedro Tomé da Silveira, 28/05/1989)

José Luongo da Silveira
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: