"A poesia é o eco da melodia do universo no coração dos humanos." (Rabindranath Tagore)

Arquivo para a categoria ‘As primeiras chuvas de outono’

As primeiras chuvas de outono

José Luongo da Silveira

O sono não veio,
a tarde parou,
o céu se abrumou
e o calor aumentou.

O vento passou,
animou as acácias,
as folhas soltas
acordaram
e bailam no chão.

Uma borboleta
dança no ar
sobre os lírios amarelos
e num instante pousa,
cerrando asas.

A chuva chegou,
uma gota,
outra e mais outra
descem do telhado.

Não estou em mim,
estou no vento
que se move,
na borboleta que se foi
e no som da chuva
que rega os lírios amarelos.
Anúncios

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: